Home»SAÚDE»Relacionamento abusivo, procure ajuda!

Relacionamento abusivo, procure ajuda!

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Imagina que um dia você conhece um cara super gente boa, aquele que se destaca entre as outras pessoas. Ele parece ser o mais engraçado, o mais legal, o mais envolvente.

E por algum motivo, vocês se envolvem.

Romantismo, viagens, presentes. Ele parece ser até um pouco exibido, mas poxa! E daí? Ele tem tantas qualidades!

Até que em um determinado momento, você começa a perceber certas atitudes. Ele acaba sendo um pouco grosseiro em algum momento e começa a ver defeito em todos os seus amigos e familiares.

Mas, e daí? Ele é bom de cama, te ama loucamente, “como ninguém nunca há de amar”, ele mesmo diz!

O tempo passa e as atitudes chatas começam a tomar uma proporção maior. E de repente, você vira culpada de tudo. Cansada dessa situação, você tenta ir embora, mas é impedida pelas lágrimas dele e pela promessa de mudança. Você precisa ajuda-lo a mudar, ele tem problemas! Não sabe exatamente quais, mas ele precisa de você, do seu amor!

A essa altura do campeonato você já o ama, afinal de contas, passou um bom tempo e vocês desenvolveram laços. Na verdade, na verdade, você é apaixonada por ele, e então decide perdoá-lo e acredita na promessa de mudança.

Só que ele não muda. Está sempre de mau humor por algum motivo e você já não pode se abrir como antes. Você tentará agrada-lo de todas as formas, mas sempre será culpada de tudo e sentirá que tudo o que está fazendo é errado.

Se fez um bolo pra ele, deveria ter feito de outro sabor. Se vestiu uma roupa para agradá-lo, a roupa é feia e você deveria vestir outra. Se conquistou uma vitória no trabalho, ele vai agir como se você estivesse acabado de lavar uma louça e se você não lavou a louça, deveria ter lavado.

Ele não ajuda em absolutamente nada em casa e muitas vezes acaba até se utilizando dos seus ganhos para se encostar.

Se ele ganha muito dinheiro, te convenceu anteriormente a parar de trabalhar porque ele pode bancar uma vida de luxo pra vocês dois, com as melhores festas e viagens.

A essa altura do campeonato ou você está desempregada, ou se sente desvalorizada por todas as suas conquistas ou está bancando o encostado.

A verdade é que de repente as brigas acabaram ficando constantes e quando você percebe, o relacionamento está uma grande porcaria. E todas as vezes em que você decide ir embora, ele promete mudanças, te dá flores no dia seguinte e pede um pouco mais de paciência com ele. Muitas vezes ele chora e se desespera quando você ameaça de ir embora. Algumas outras vezes ele te ameaça e diz que se você sair, jamais arranjará alguém que te suporte, pois você é feia, incompetente, burra e não faz nada direito. E acredite, nessa altura do campeonato você bem acredita nisso.

O tempo passa, e por causa de uma mistura de incompetência, impotência e fragilidade, você fica. No fundo ele é uma boa pessoa, você acredita piamente que ele vai mudar e que você pode ajuda-lo.

O tempo passa, ele começa a te encostar nas brigas. Debocha de você, te empurra, grita e te humilha.

Você, antes corajosa e cheia de vida, encontra-se cansada, acabada e sentindo-se um verdadeiro lixo.

Às vezes você até consegue se separar dele, mas como ele levou toda a sua auto estima, dinheiro e felicidade, você fica além de depressiva, solitária. Tem a sensação de que só ele irá te amar e por incrível que pareça, você sente saudades do cara que ele era antes de acontecer tudo isso.

Essa história tem diversos desfechos.

Com o tempo há uma progressão. Ele pode te machucar, te bater, puxar seus cabelos. Ele pode te estuprar, te morder e quebrar suas coisas. Ele pode pegar seu celular e te mante em cárcere privado.

E por mais que você conte às pessoas, ninguém acredita, porque afinal de contas, da porta pra fora ele é o cara mais legal do mundo e você é completamente louca.

Posso dizer uma coisa pra vocês, leitores?

Vocês acham que casos como este não acontecem tanto? Pois eu digo a vocês que o Brasil é o quito país do mundo que tem maior taxa de assassinato de mulheres cometidos por seus parceiros. E estes relacionamentos sempre começam de forma super romântica e interessante, afinal de contas, o agressor não vem com etiqueta na testa.

Por ter sofrido alguns anos em uma situação muito parecida com esta, a paulistana Thaís Barbosa Araujo resolveu criar o Projeto Bastet. Um projeto que oferece serviços de auxílio psicológico, terapias diversas e assessoria jurídica para as vítima de relações abusivas e violência doméstica. Ou seja, mulheres que não podiam antes pagar por auxílio, hoje podem.

Os preços são absolutamente simbólicos e em sua gama de serviços, o projeto oferece também acupuntura, reiki, massagens, tatuagens para cobrir marca de violência, coaching, books fotográficos para levantar a auto estima da mulher, barras de acces, cursos, oficinas e muito mais.

O projeto também desenvolve palestras de prevenção e identificação dos relacionamentos abusivos para empresas, instituições e para as escolas.

No caso das escolas, Thaís afirma ser de suma importância inserir o tema no ensino Médio – “É uma conversa com as meninas e com os meninos. Com as meninas para que um dia saibam identificar se estão entrando em uma cilada. E para os meninos, para que não cometam este tipo de coisa e o que acontece se estes erros forem cometidos.”

É válido lembrar que os homens também podem ser as vítimas e é por isso que o Projeto Bastet também os acolhe, ainda que sejam minoria neste caso.

Os atendimentos variam de bairros e cidades. Hoje, atende São Paulo, Alphaville, Cotia, Jundiaí, Itupeva e está indo para Minas Gerais, lembrando que alguns atendimentos podem ser feitos via Skype para qualquer lugar do país.

No Projeto Bastet, Thaís afirma que todas as mulheres que sofrem em relações abusivas, serão acolhidas, amparadas e cuidadas da melhor forma possível.

No bairro do Tatuapé, o Projeto Bastet atende com acupuntura auricular, terapia holística, barras de acess, reiki, Magnifield Healing e alinhamento de chacras.

 

Para saber mais, acesse: www.projetobastet.com

Siga nas redes sociais: facebook.com/bastetmulheres

Instagram @projetobastet 

Post Anterior

BURGER X E DECABRÓN LANÇAM HAMBURGUERES ESPECIAIS A R$ 10!!!

Próximo Post

Cobrança indevida gera dano moral?

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *